Casas Bahia
Uma das maiores empresas
de varejo do Brasil
Casas Bahia


Casas Bahia: Desde 1952 a Serviço de Todas as Classes no Brasil

Fenômeno do varejo nacional, a Casas Bahia é hoje uma das maiores empregadoras do Brasil, com mais de 52 mil colaboradores.

Presente em nove estados (SP; RJ; MG; GO; RS; PR; SC; MS; MT), além do Distrito Federal, a Casas Bahia multiplicou em pouco mais de uma década suas 250 filiais para as mais de 540 atuais. Em 2007, a rede figurou entre as 250 maiores empresas de varejo no mundo, segundo o estudo "Poderosos Globais do Varejo em 2007", conduzido pela Deloitte Touch que, desde 1999 mapeia o ranking mundial do setor. A Casas Bahia galgou 60 posições, passando para o 138º lugar, com receita de US$ 4,8 bilhões no ano fiscal 2005/2006. Foi a única empresa brasileira a constar do ranking.

No país há mais de meio século, a Casas Bahia é apontada por pesquisadores da Michigan Business School como benchmark no mercado da baixa renda. Trata-se de um caso sem similar no varejo mundial como descobriu a equipe do indiano C.K.Prahalad, um dos mais respeitados especialistas em termos de estratégia. Partiu dele a decisão de enviar a São Paulo, em 2003, dois pesquisadores de Michigan para estudar uma empresa especialista em lidar com a baixa renda no Brasil: a Casas Bahia.

A habilidade para entender as necessidades emocionais e os hábitos de compra dos clientes de baixa renda e a capacidade de viabilizar o sonho de consumo por meio do acesso ao crédito resultaram em um modelo de negócios único no que diz respeito ao varejo. Segundo Prahalad em seu livro "The Fortune at the Botton of the Pyramid"; "A Casas Bahia prova minha tese a respeito da importância e da rentável oportunidade de mercado existente na base da pirâmide de renda".

O segredo de lidar com todas as camadas sociais, com foco principal nas classes populares se traduz em números bastante significativos. Em 2006, a Casas Bahia fechou o ano com 15,2 milhões de contratos aprovados. Sua plataforma de clientes no ano somou 26,3 milhões de pessoas, mais do que a população da maioria das cidades brasileiras.

A Casas Bahia segue a cartilha de seu fundador, Samuel Klein. Sua empresa não segue tendências e modismos. Está focada na arte de comprar e vender e se dedicar ao cliente proporcionando aos seus consumidores atuais qualidade de serviços, presteza na concessão de crédito e assistência contínua no pós venda.

A Casas Bahia é muito mais do que a fachada de suas lojas. A empresa desenvolveu uma estrutura logística que permite a expansão da rede em um raio de um mil quilômetros a partir de dois grandes Centros de Distribuição localizados em Jundiaí (SP) e Duque de Caxias (RJ). A Casas Bahia tem 07 centros de distribuição (Jundiaí, Duque de Caxias, Ribeirão Preto, Betim, São Bernardo do Campo, São José dos Pinhais e Campo Grande) e 05 entrepostos em localidades distintas nos mercados em que se faz presente. Alheia à terceirização, embora consciente que o gasto em manter essa estrutura é significativo, a Casas Bahia possui uma frota própria de mais de 2.254 veículos pesados que rodaram em 2006 mais de 115 milhões de quilômetros em um ritmo de entregas que ultrapassou a marca das 980 mil/mês.

Na Casas Bahia, o slogan "Dedicação Total a Você" se aplica aos dois lados da moeda: clientes e também colaboradores. Em 2006, a Casas Bahia implantou no Centro de Distribuição de Jundiaí um Centro de Convivência, espaço de relaxamento e convívio para os colaboradores daquele local, com lanchonete, salão de cabeleireiro e livraria. Mais tarde, foram inaugurados outros dois centros de convivência, na matriz da empresa e na CB Contact Center, braço da Casas Bahia na área de tecnologia e call center.

Já em 2007, a Casas Bahia investiu na construção do edifício Chana Klein, espaço exclusivamente dedicado ao bem-estar e saúde dos seus colaboradores, que inclui refeitório, academia esportiva, salas de massagem, acupuntura, ginecologia, centro de reabilitação física, salão de cabeleireiro, jardim de inverno, sala de estudos, sala ecumênica e lanchonete.

A contribuição de Casas Bahia para o desenvolvimento da população menos favorecida do Brasil é reconhecida não só pelos seus fregueses, como serve de exemplo para o mundo todo!

Em 2006, a Casas Bahia foi citada na NRF - National Retail Federation, maior feira mundial de varejo, como uma das 250 maiores empresas deste setor no mundo, lista formada por empresas que faturam cerca de US$ 3 trilhões dos US$ 8 trilhões de receita do varejo mundial, ao lado de somente mais uma empresa brasileira, o Grupo Pão de Açúcar.

A rede foi ainda a única empresa brasileira citada como exemplo de concessão de crédito em estudo da Comissão Sobre o Setor Privado e Desenvolvimento do PNUD - Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (N.Y.) Mar/2004). O Relatório entregue ao Secretário Geral da ONU, Kofi Annan, afirmou, entre outros pontos, que Casas Bahia contribui para o crescimento equitativo da humanidade.

Esta página é apenas para uso informativo. Visite o site oficial da Casas Bahia